Seu trabalho em boas mãos

You may like:

Ligue para: (21) 96738-7614

  • No products in the cart.
Image Alt

Dr. Jorge

  /  Business   /  Como parar de perder tempo online

Como parar de perder tempo online

perder tempo online

No artigo de hoje darei a vocês todas as minhas dicas e truques para manter um relacionamento moderado com as redes sociais. Aprenda a parar de perder tempo online. 

Durante meu mestrado, a carga de leituras e horas a fio na biblioteca aumentou muito. Por isso, comecei a sentir muita falta dos amigos e familiares. Quando me dei por mim, boa parte desse tempo que eu tinha o dever de focar nos estudos começou a ser desperdiçado em redes sociais. Foi quando me dei conta de que precisava urgente passar por uma “desintoxicação digital”. Eu experimentei cerca de mil e uma maneiras de gastar menos tempo na Internet e gastar melhor o tempo restante.

Claro, o risco de retomar os velhos hábitos nunca está totalmente fora de vista, mas, por enquanto, apesar de algumas recaídas ocasionais, estou aguentando! Então vou dar aqui todos os meus conselhos. Aqueles que funcionaram temporariamente. Também aqueles que tiveram efeitos duradouros. Por fim, aqueles que eu ainda gostaria de colocar em prática, porque todos trabalhamos de maneira diferente e o que não funcionou para mim talvez dê resultados muito bons para você!

Medidas drásticas

No começo, precisei fazer uma desintoxicação. Portanto, à época decidi passar um tempo sem ter um smartphone. Pois é, parece impensável e, no entanto, vivi muito bem sem um smartphone e isso não me incomodou nem um pouco! Além disso, demorei algum tempo para instalar a Internet em casa. Como eu também não tinha um plano de Internet no meu telefone, eu só tinha Internet no meu escritório e na universidade. É verdade que eu não conseguia acessar o Skype em casa, nem assistia a programas de filmes. Muito menos, verificava alguma coisa em caso de emergência. Porém, eu podia ouvir rádio, passar a noite lendo, conversando com minha parceira e não desperdiçando meu tempo de manhã antes de ir trabalhar. Eu pensei muito em manter isso por mais tempo, mas uma voz em mim sempre sussurra para mim: “Mas em caso de emergência? “

Por algum tempo, também, eu cancelei minhas redes sociais. Conheço várias pessoas que não estão registradas no Facebook, Instagram, Twitter etc. ou que cancelaram a inscrição e estão indo muito bem. Economia diária de tempo, ganho de concentração e sem frustração. Pessoalmente, se eu não tivesse um blog e não trabalhasse diretamente com isso, certamente teria mantido a exclusão. Porém, essas três atitudes eram uma medida de afastamento. Um experimento para provar a mim mesmo que eu podia, sim, viver sem internet.

Soluções progressivas

Desligue o seu roteador da Internet: em casa, cortamos o wifi à noite e só o ligamos quando queremos usar a Internet. Também desligo o roteador quando estou trabalhando e não preciso da Internet. O wifi demora um bom minuto antes de reiniciar quando ligado novamente. Isso me impede de começar a navegar sem pensar em que preciso fazer online. Além disso, várias vezes eu trabalho fora de casa sem pedir a senha do wifi nos cafés e estabelecimentos. No final da minha tese, eu estava trabalhando em uma biblioteca sem acesso à internet. Acontece que eu me recusei a pedir a senha que me permitiria acessar o wifi. Se eu precisasse da Internet, faria uma lista das minhas necessidades e esperaria até a noite para me conectar. E eu nunca trabalhei tão bem!

Aqui em casa, tenho o computador no escritório, pois longe dos olhos, longe do coração… Isso ajuda a restringir a si mesmo várias horas na Internet por dia. Afinal, a melhor maneira de controlar seu gerenciamento da Internet é estabelecer limites. Meu Facebook tem no máximo 15 minutos por dia, o Twitter, 10 minutos, e-mails, 30 minutos e nem mais um minuto! Para calcular e controlar o tempo gasto em determinados sites, há muitas ferramentas e aplicativos de controle.

Use um agregador de feeds. Não é necessário rolar infinitamente o feed do Facebook ou visitar seus blogs favoritos toda hora. Pois, para descobrir suas possíveis publicações, você pode usar Feedly, The Old Reader ou scoop.it . Além disso, não se esqueça de silenciar, bloquear, pôr em modo soneca tudo aquilo que te faz perder tempo. Pois é importante manter apenas o que você realmente lê no seu feed!

Faça um exame de consciência!

Notifique as pessoas ao seu redor: você está cansado de as pessoas entrarem em contato com você pelo Messenger? Diga a elas! Não hesite em dizer que você está iniciando uma pequena desconexão digital: é ideal para manter a motivação e não assustar ninguém pelo seu silêncio.

Além disso, encontre um amigo de desintoxicação. Pois, para manter suas boas resoluções, nada melhor do que fazer isso juntos! Cônjuge, amigo ou colega, não importa, o importante é que vocês se motivem e se apoiem. Pergunte a si mesmo sobre seu uso da Internet: você realmente precisa compartilhar foto do seu jantar nas redes sociais? Ou contar sobre sua visita ao médico em suas histórias no Instagram? Qual é o seu objetivo com esse compartilhamento? Se pensarmos um pouco sobre todos esses gestos que frequentemente se tornam reflexos inquestionáveis, rapidamente percebemos que eles não são necessariamente úteis nem necessariamente interessantes.

Portanto, que tal investir esse tempo em uma atividade mais criativa? Diga não à hiperprodutividade: a cultura atual nos leva à ilusão de desejar sermos infinitamente produtivos. Você precisa ser perfeito, eficiente, investir cada minuto do seu tempo em uma atividade produtiva, nunca perder tempo sem fazer nada. Muito rapidamente, tudo se torna um mecanismo e nada é questionado. E se você lutasse contra essa tomada do seu tempo? Nada melhor que o tédio para o desenvolvimento da criatividade!

Seja apaixonado pelo que faz.

Seja apaixonado. Se você gasta tanto tempo no Facebook ou Instagram, e não na sua atividade principal… Se você procrastina o dia todo e foge no Youtube quando é hora de abrir suas anotações de aula, então é hora de se questionar. O que você está fazendo? Você realmente se importa? Você quer estar em sua atividade? E se essa estratégia de fuga não escondesse, pois, um grande desejo de reciclagem profissional?

Para mais dicas e uma consultoria acadêmica personalizada, clique aqui!

Leave a comment

User registration

You don't have permission to register

Reset Password