Seu trabalho em boas mãos

You may like:

Ligue para: (21) 96738-7614

  • No products in the cart.
Image Alt

Dr. Jorge

  /  Trabalhos Acadêmicos   /  Dicas para melhorar a sua escrita acadêmica

Dicas para melhorar a sua escrita acadêmica

Durante os anos de formação, são exigidos de você vários tipos de trabalhos escritos. De resumos de livros a relatos de pesquisa de campo. Além de, obviamente, o TCC. Mas você já parou para pensar em que consiste a escrita acadêmica? Siga nosso artigo de hoje e faça os melhores textos acadêmicos!

Qual é a natureza da escrita acadêmica?

A escrita acadêmica é um estilo formal de escrita usada como padrão nas universidades, publicações acadêmicas e científicas. Portanto, para encontrar exemplos desse estilo, basta abrir qualquer revista científica reconhecida de sua área de interesse. Além disso, você pode acessar o repositório de monografias, teses e dissertações da biblioteca de qualquer Universidade. Ali estão exemplos paradigmáticos do estilo acadêmico de se escrever.

Quais são as características da escrita acadêmica?

A redação acadêmica segue o mesmo processo de redação que outros tipos de textos, mas possui convenções específicas em termos de conteúdo, estrutura e estilo. Ela não é para você dar um show de retórica ou treinar a arte da escrita literária. Isso significa que ela é mais simples do ponto de vista formal, para que o conteúdo esteja sempre em primeiro plano. Além disso, ela responde uma pergunta específica (o problema de pesquisa), oferecendo ao leitor uma compreensão clara do problema e de como resolvê-lo.

Outra característica, portanto, é que ela deve ser coerente, seguindo, do começo ao fim, uma linha de pensamento. Ou seja, deve concatenar num raciocínio lógico os pontos que a compõem. Assim, pela estrutura lógica que apresenta, a escrita acadêmica visa demonstrar o conhecimento do pesquisador na área escolhida, não suas opiniões pessoais, pressentimentos ou sentimentos sobre a realidade, mas aquilo que se chama de conhecimento científico, apoiando opiniões em argumentos com evidências demonstráveis.

Mas… como escrever?

Antes de mais nada, você precisa lembrar claramente o objetivo da sua escrita e quem será o seu público. Se você está escrevendo para si mesmo – por exemplo, fazendo anotações para registrar ou entender algo -, você pode definir seus próprios critérios, como clareza, brevidade e relevância, deixando passar tópicos que, para o público ou para um avaliador, você não deixaria de explicar. Por isso, se seu texto for direcionado para o objetivo de ser lido como prova de que você adquiriu os conhecimentos de um curso, então você deve ser o mais explícito possível. Mas isso não quer dizer que você pode ser repetitivo.

Estrutura geral… um resumo.

Alguns textos acadêmicos, como relatórios de laboratório ou comerciais, terão uma estrutura bastante rígida, com títulos e conteúdo para cada seção. A maioria, porém, segue a mesma estrutura geral: introdução, desenvolvimento e conclusão. A introdução descreve a direção principal e fornece as informações e o contexto necessários. No desenvolvimento, cada ponto é apresentado, explorado e desenvolvido com argumentação ou outros meios de verificação. Esses pontos devem ser definidos em uma ordem lógica, para facilitar o acompanhamento e a compreensão do leitor. A conclusão reúne os principais pontos e destaca a principal mensagem ou argumento que você deseja que o leitor sintetize. Também pode identificar lacunas ou fraquezas nos argumentos ou idéias apresentadas e recomendar mais pesquisas ou investigações, quando apropriado.

Tendo em mente esse “esqueleto”, fica fácil acrescentar, aos poucos, a substância ao seu projeto. Se precisar de mais orientações, entre em contato conosco clicando aqui!

Leave a comment

User registration

You don't have permission to register

Reset Password